O que é HPTEC?

Quais são os sintomas e os fatores de risco da HPTEC?

A hipertensão pulmonar tromboembólica crônica (HPTEC) pode se desenvolver em pessoas que sofreram uma embolia pulmonar aguda ([EP], ou seja, um coágulo de sangue foi parar em artérias de seus pulmões) . Apesar da EP não ser a única causa de HPTEC, é a causa principal em 75% de todos os casos. Na verdade, uma em cada 25 pessoas que tiveram uma EP (mesmo aquelas pessoas que foram tratadas com anticoagulantes [substâncias que afinam o sangue] por pelo menos 3 meses) pode desenvolver HPTEC. Uma EP aguda pode acontecer quando um determinado tipo de coágulo de sangue, proveniente de uma situação chamada de trombose venosa profunda (TVP), desloca-se da sua perna ou outra parte do corpo até uma artéria do seu pulmão, onde fica preso.1,2

Trombose venosa profunda (TVP)

  1. O ventrículo direito bombeia o sangue através das artérias pulmonares para dentro dos pulmões, onde capta oxigênio e volta para o lado esquerdo do coração, no átrio esquerdo.
  2. A partir do átrio esquerdo, o sangue passa para o ventrículo esquerdo muscular, que bombeia com força para empurrar o sangue rico em oxigênio pelo seu corpo.
  3. Depois que diversas partes do seu corpo usaram o oxigênio de que precisam, o sangue retorna ao átrio direito e passa novamente para o ventrículo direito.
  4. Se você tem HPTEC, suas artérias pulmonares estão limitadas, ou mais estreitas, por causa de obstruções e, dessa forma, o fluxo sanguíneo é menos eficiente. Seus pulmões não recebem a quantidade de sangue que deveriam, com cada bombeamento do coração, resultando em uma menor captação de oxigênio. A sensação de falta de ar acontece porque o seu corpo não está recebendo a quantidade de oxigênio de que precisa para funcionar normalmente. Por exemplo, pessoas com HPTEC normalmente sentem dificuldade para andar rapidamente ou andar qualquer distância sem parar, pois a necessidade de oxigênio é maior do que o oxigênio fornecido.

Uma EP aguda pode fazer com que você sinta falta de ar, dor no peito e tosse com sangue. Apesar de a HPTEC ser rara, ela geralmente aparece no período de 6 meses a 2 anos em pessoas que sofreram uma EP aguda. Se você sofreu uma EP no passado e ainda está sentindo falta de ar, converse com o seu médico.2,3

Como é ter HPTEC?

Infelizmente, não há como o médico afirmar que você tem mesmo HPTEC com base apenas nos sintomas. Isso porque os sintomas mais comuns de HPTEC também são sintomas comuns de outras doenças, como asma, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), insuficiência cardíaca ou EP aguda. Se você tiver HPTEC, há algumas coisas que você pode apresentar, incluindo1:

  • Sensação de falta de ar com atividades
  • Cansaço e fadiga4
  • Humor deprimido4

Sintomas comuns CTEPH

Como uma EP aguda leva à HPTEC?

EP aguda
EP aguda

Uma EP aguda pode aumentar o risco de desenvolvimento de HPTEC, especialmente em pessoas que:

  • Sofreram mais de uma EP em sua vida4
  • Eram jovens ou idosos quando a EP foi identificada4
  • Têm pressão arterial nas artérias pulmonares muito alta (acima de 50 mmHg) 4
  • Apresentam pressão arterial alta nos pulmões por, no mínimo, 6 meses após sua EP ter sido tratada 4

UMA PESSOA QUE SOFREU UMA EP AGUDA PODE ESTAR EM RISCO DE HPTEC.


1 a cada 25 pessoas que sofreram uma EP pode desenvolver HPTEC

UMA A CADA 25 PESSOAS QUE SOFRERAM UMA EP PODE DESENVOLVER HPTEC*

Se você teve uma embolia pulmonar (um coágulo de sangue nos seus pulmões) no passado e ainda está sentindo falta de ar, pergunte para o seu médico se você passou por uma cintilografia de V/Q para descartar HPTEC potencialmente curável.

Quais são alguns dos fatores de risco adicionais de HPTEC?

Você não precisa ter sofrido uma EP aguda para ser diagnosticado com HPTEC. Há outras condições que podem causar HPTEC, incluindo:

  • Remoção do seu baço4
  • Infecção em shunts e marcapassos cardíacos ou cardioversores cirúrgicos4
  • Doenças inflamatórias crônicas4
  • Terapia de reposição hormonal da tireoide4
  • Câncer4
  • Estar em alto risco de formação de coágulos4
  • Fatores genéticos4

Apesar desses serem fatores de risco comuns, é possível desenvolver HPTEC sem um histórico de EP aguda ou quaisquer das condições acima. Converse com o seu médico sobre eventuais sintomas que você possa apresentar.5

  • Tapson VF, Humbert M. Proc Am Thorac Soc. 2006;3:564-567.
  • Tapson VF. F1000 Medicine Reports 2012, 4:9
  • Pengo V, Lensing A, et al. N Engl J Med. 2004;350:2257-2264.
  • Piazza G, Gldhaber SZ. N Engl J Med. 2011;364:351-360.
  • Galiè N et al. Eur Heart J. 2015:doi:10.1093/eurheart/ehv317.

Próxima:Como a HPTEC é diagnosticada?